Conheça
Núcleos
Notícias
Diretórios
Estatuto
Documentos
MDB Drive
Filie-se
Participe!

A chuva, o vento, o sol, a estiagem: desafios para o Rio Grande

por Alceu Moreira 

Uma velha conhecida dos gaúchos chegou com o verão e já castiga centenas de municípios: a estiagem. A meteorologia alertou para a falta de chuvas e os municípios, por sua vez, estão emitindo decretos de emergência. A água é escassa para consumo humano e animal. O custo disso estará na feira, no preço do leite e nos alimentos.

Tempo seco e quente ou períodos de chuva não são, necessariamente, uma novidade. Ao longo dos anos, as mudanças climáticas tornam esses ciclos mais recorrentes. Em razão disso, o Estado perde milhares de reais e a sociedade sofre incontáveis prejuízos.

Hoje, temos boa capacidade de recursos hídricos e tecnologias e contamos com a nossa gente para o Rio Grande produzir mais — e melhor. Porém, é preciso vencer os entraves e a burocracia que impedem o avanço de projetos para novas áreas irrigadas. A grave estiagem também nos traz a necessidade de fazer um debate franco, aberto e com racionalidade sobre a flexibilização de normas para armazenagem de água em áreas de preservação permanente. Em consonância com a legislação federal e estadual e atenção para mitigar os impactos, é possível criar espaços de armazenagem, implantando novas áreas de mata ciliar e cuidando de cursos de rios e riachos que, muitas vezes, ficam comprometidos em períodos de seca.

Avançar nas políticas de irrigação e incentivar a preservação de água, com construção de açudes, poços e cisternas deve estar na agenda de governos, entidades e representantes da sociedade. Assim, garantimos acesso a um recurso considerado finito e importante para a sobrevivência. Junto a isso devem ser empregadas práticas conservacionistas, como plantio direto.

A superação das dificuldades enfrentadas a cada seca é tarefa de todos para o uso racional e consciente da água e para a adoção de medidas adequadas. Se cada um fizer sua parte, teremos um Estado mais desenvolvido e responsável, que cuida da sua gente e do seu meio ambiente.

Artigo publicado originalmente no Jornal Correio do Povo de 12/01/2022

*Alceu Moreia é deputado federal pelo Rio Grande do Sul e presidente da FUG Nacional

Publicações

Relacionadas