Conheça
Núcleos
Notícias
Diretórios
Estatuto
Documentos
MDB Drive
Filie-se
Participe!

MDB entra com ação no STF contra o governo

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) ingressou com uma ação contra o Ministério da Saúde por falta de cumprimento fundamental. O partido aponta que a pasta não definiu um protocolo oficial de tratamento para a Covid-19. A ação atende a um pedido da Liderança do MDB no Senado, com aval da presidência do partido.

“O Ministério da Saúde, por intermédio da Conitec, não iniciou sequer as tratativas em relação à matéria, mesmo após mais de 16 meses de pandemia”, diz a ação. “Cabe ressaltar que o primeiro quadrimestre do ano de 2021 superior o número de mortes de 2020 e que já totalizam, infelizmente, mais de 500 mil mortes”, conclui.

Maior bancada no Senado, o MDB tem exercido papel fundamental na CPI da Covid. O relator dos trabalhos é o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que já apontou uma série de irregularidades na condução do governo na pandemia. Representante da bancada feminina, Simone Tebet (MDB-MS) também tem se destacado.

Como ressaltado nas redes sociais do partido, Simone foi fundamental na audiência com o deputado Luís Miranda ao obter a informação de que o líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR), teria atuado no caso Covaxin. O líder do MDB, Eduardo Braga, também cobrado explicações e defendido ampla investigação.

“Temos que investigar todas as denúncias. Seja uma tentativa de corrupção ou estelionato de vacinas”, disse Braga. O presidente do MDB, deputado Baleia Rossi, concorda: “Os fatos narrados na CPI são relevantes, preocupantes e exigem do governo uma resposta. São denúncias graves”.

Veja aqui a íntegra da ação do MDB contra o Ministério da Saúde

 

Publicações

Relacionadas